LANÇAR AS REDES

nº 890

Homilia 5º Domingo Comum (07.02.10)

Pe. Luiz Carlos de Oliveira

Redentorista

“Lançar as redes”

 

Em vosso nome lançaremos as redes

               Jesus veio anunciar e implantar o Reino de Deus. O Evangelista usa o símbolo da barca e da pesca abundante. Tendo instruído os discípulos com a palavra, Jesus os instrui com o sinal da pesca. Neste contexto faz o chamado para serem anunciadores. O texto do profeta Isaias narra sua vocação que se dá no templo como teofania da glória. Deus fala de sua glória: “Pergunta: ‘Quem enviarei? Quem irá por nós?’ Respondi: ‘Aqui estou! Enviai-me!”’ (Is 6,8). Jesus manifesta sua glória na simplicidade da Encarnação. Sua Pessoa, palavras e abras refletem a carne humana. O trono de Jesus é a barca. O anúncio também se encarnou. Cristo fala da barca, instrumento de trabalho do homem simples e forte no trabalho. A santidade de Deus que se manifesta na sua glória exerce sobre o homem uma atração profunda e ao mesmo tempo um temor reverencial. Jesus também manifesta este aspecto da divindade: “Ao ver aquilo, o milagre da pesca, Simão Pedro atirou-se aos pés de Jesus, dizendo: ‘Senhor, afasta-te de mim, porque sou um pecador!’” (Lc  5,8). Paulo diz que, também teve a visão do Ressuscitado como os outros discípulos, (ICor 15,8). Isso lhe dá condições para anúncio. Experiência da Santidade de Deus é fundamental para a vida cristã e para lançar as redes para a pesca. Sem ela a pregação se torna ideologia, não transmissão da Palavra. O mesmo Deus que falou no Sinai, falou no templo com esplendor e majestade, falou por Jesus e agora  fala pela boca de todo aquele que, experiente de sua Santidade, O anuncia. A Igreja continua a anunciar como Jesus. Ela não pode perder a disposição de evangelizar em águas profundas. Deve sair do raso que não incomoda e não cobra. A pregação precisa ter o sentido da santidade de Deus.

Lábios purificados

               Isaias e Pedro têm medo, pois sabiam que eram pecadores. A experiência de Deus dá consistência à pregação. Deixar-se tocar por Ele, tendo sempre presente que Ele será o caminho do pregador. Os que vivem de Deus são tochas incandescentes que iluminam e aquecem. Falando a partir de Deus, terão linguagem atualizada dentro do mundo do mal, que Jesus chama de águas profundas. O anúncio tem caráter de purificação, pois vem acompanhado com o fogo purificador do altar que purifica quem ouve e quem anuncia. Ver Deus é morrer, diz o profeta. Podemos entender que ver Deus é morrer para muita coisa que obstacula vê-lo e é falar com o poder de Jesus, na Igreja. Uma Igreja domesticada, temerosa e escondida nas sacristias, não anuncia. O Evangelho diz que os homens consertavam as redes. É preciso estar pronto a renovar os meios de pregação.

O que recebi, transmiti…

               Paulo não se sente dono do Evangelho. Diz: “O que vos transmiti, em primeiro lugar, foi aquilo que eu mesmo tinha recebido” (ICor 15,3). Anuncia o que recebeu pela Tradição. Tradição não são vestes ou ritos, mas a fé que nos é transmitida e passada com fidelidade. Tendo recebido, se oferece para anunciar. Quem conhece Jesus não se nega fazê-lo conhecido e amado. Não tem medo de anunciar. Falar sem ousadia de anunciar, demonstra a falta de contato com a santidade de Deus. Em cada Eucaristia nós, no canto do santo, recordamos este encontro com a Santidade de Deus e nela nos encontramos com a Santidade de Deus que nos estimula a anunciar o que recebemos.

Leituras: Isaias 6,1-2ª.3-8; Salmo 1371Cor 15,3-8.11;Lucas 5,1-11b.

Ficha nº 890 – Homilia do 5º Domingo Comum (07.02.10)

 

 

1. Jesus veio anunciar e implantar o Reino de Deus. Para explicar a pregação usa o símbolo da pesca abundante nas águas fundas. A liturgia faz a comparação entre a vocação de Isaias no templo e a vocação dos apóstolos. Jesus os chama na simplicidade de uma barca. O fundamental é ser tocado pela Santidade de Deus. Diante dele o homem se sente pecador. A Igreja continua a anunciar com o mesmo vigor. Não pode perder o sentido da Santidade de Deus.

 

2.A experiência de Deus dá consistência à pregação. Os que vivem de Deus são tochas que iluminam e aquecem. Falando a partir de Deus terão linguagem atualizada. O anúncio tem caráter de purificação que vem do altar e purifica o que anuncia e o que ouve. É preciso estar sempre reformando as redes da pesca da evangelização.

 

3.Paulo reconhece que recebeu um anúncio que ele transmite. É a Tradição da fé. Quem conhece Jesus não se nega fazê-lo conhecido. Falar sem ousadia significa não ser tocado pela Santidade de Deus. Em cda missa podemos tocar essa Santidade.

 

 

            Histórias de pescador

 

            Pescador não mente, engana-se para melhor.

Lemos no Evangelho que Ele pregara da barca para o povo. A barca simboliza o Reino, reunião dos que seguem Jesus. Depois manda que remem para as águas mais profundas para lançar as redes, isto é: a pregação tem que sair da barra da saia e ir longe. Pedro disse que trabalharam a noite toda e nada pescaram. Só com a força humana não fazemos nada. Mas enviados por Jesus, a pregação se torna fecunda. Os apóstolos vêem que a pregação dá grande resultado.

Neste texto Lucas nos ensina que Jesus é o enviado do Pai para anunciar o Reino. Ele associa a si os discípulos. A profecia vem de Deus. A força da Palavra está em Jesus – Ele manda jogar a rede do lado direito (não tem nada a ver com política). No Antigo Testamento vemos Isaias recebendo o envio para anunciar a partir da experiência de Deus. Paulo tem a experiência de Cristo que o escolhe e envia.

A Tradição que a comunidade vive é também um critério de envio. Paulo recebeu dos outros a experiência da fé.

É importante estar aberto a Jesus que continua enviado a anunciar.

 

Anúncios

Sobre joaoloch

Psicólogo. Acupunturista. Quiropraxista, Terapeuta em Florais de Bach e Reiki, Mestre em Educação. Prof. Universitário. Clínica particular de Psicologia e Acupuntura End.: Rua Carlos Gomes, 697 - Vila Williams - Garça SP Fone (14) 34061605
Esse post foi publicado em Teologia - reflexão. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s