CONTINUAR A OBRA DE CRISTO – AMAR

nº 910

Homilia do 3º Domingo da Páscoa (18.04.10)

Pe. Luiz Carlos de Oliveira

Redentorista

“Prova de amor”

 

Lançai as redes?

               No conjunto das manifestações de Jesus aos discípulos, ouvimos a terceira aparição, agora, não em Jerusalém, mas na Galiléia, num contexto de pesca. São 7 discípulos, significando toda a comunidade. Por que estão na Galiléia? Voltaram à vida que levavam, como pescadores? Esta pesca, como a outra que é narrada em Lucas (5,4-10), é infrutífera… Eles não reconhecem Jesus que pede peixe. Respondem que não pegaram nada. Manda que lancem as redes à direita. Direita não tem conotação política, se bem que, em diversos textos, indique o lado direito como símbolo da boa sorte e do bem estar. Pegaram 153 grandes peixes que é o número, segundo os zoólogos gregos da antiguidade, das espécies de peixe e simbolizam que o evangelho está presente nas 153 nações conhecidas no tempo. Esta é uma das explicações. O anúncio da Ressurreição vai a todos os cantos. João, vendo o milagre, diz: “É o Senhor”. Pedro se lança nas águas. Assim que desceram à terra, viram umas brasas, e um peixe colocado sobre elas e pão” (Jo 21,9). Qual é o simbolismo? Não usa os peixes que foram pescados, mas Ele dá o pão e o peixe. Lembremos o textos: “É meu Pai quem vos dá o verdadeiro pão do céu” (Jo 6,32). As muitas nações que acolhem o dom da fé, recebem-no do Cristo Ressuscitado e não do discípulo que dá o testemunho. Depois da Ressurreição, os discípulos não reconhecem Cristo no primeiro momento, pois conhecimento não se faz pelos sentidos, mas pela via da fé.

A força do apóstolo

               Podemos notar no Evangelho que existe uma euforia quanto ao resultado da pregação dos discípulos. Imaginemos bem quem eram os apóstolos. Quando são levados ao tribunal, os chefes do povo se espantam com sua firmeza, verificando que eram iletrados e homens do povo (At 4,13). Em pouco tempo os cristãos estão por toda parte. Um autor diz: “Somos de ontem e estamos em todo o mundo”. A palavra de João é clara: “É o Senhor!” (Jo 21,7). Os apóstolos  são sempre persistentes. A força está em obedecer mais a Deus que aos homens (At 4,29).  O mundo quer calar a boca da verdade do Evangelho. Mas a força de Cristo é superior. O discípulo não fala por si. Lança as redes em nome dEle. Jesus já afirmara: “Sem mim nada podeis fazer” (Jo 15,5). A Igreja lança as redes para a pesca e o faz em nome de Jesus, isto é, na pessoa de Jesus. Ele é a força da evangelização.

Obra do amor

               A evangelização só é possível se parte de uma opção de amor, mesmo que seja frágil. Jesus pergunta a Pedro se O ama com amor divino (ágape), Pedro responde que ama com amor humano (filia – Isto é mais claro no texto em grego). É com a força da fragilidade que o apóstolo recebe a ordem de guardar o rebanho (Jo 21,15). Jesus pergunta três vezes se O ama. É a reabilitação de Pedro em suas três negações. Cristo ama sempre com amor divino, em totalidade. Conduzir as ovelhas a Cristo, conduz com amor. Na tristeza que sente diz: “Senhor, tu sabes tudo, sabes também que Te amo” (17). Onde está Cristo presente hoje, vivo, ressuscitado? Aquele que amamos está glorioso com o Pai. Cristo é o centro do Universo e a Ele devemos a adoração com todo o universo. Dependemos dEle em tudo o que somos e fazemos. Sem isso a fé é muleta e não nos modifica. Evangelização e governo da Igreja é uma obra de amor. Na celebração dizemos com Pedro. Tu sabes que te amo.

Leituras: Atos 5,27b-32.40b-41; Salmo 29; Apocalipse 5,21,1-19;João 21,1-19

Ficha nº 910 – Homilia do  3º Domingo da Páscoa (18.04.10)

 

1. A terceira manifestação de Jesus se dá num contexto de pesca, símbolo da pregação da Igreja. Sem terem pescado nada durante toda a noite, Jesus, da praia manda que joguem a rede à direita. Pescam 153 peixes, numero da espécie de peixes e das nações do mundo. A fé fora bem anunciada.

 

2.Há uma alegria pelo resultado da pregação dos discípulos. Os apóstolos eram gente simples e conseguem tal resultado. Reconhecem que é a presença do Senhor. A força de Cristo é superior ao mundo que quer abafar a verdade. O discípulo não fala por si. Lança as redes em nome dEle.

 

3.A evangelização só é frutuosa se parte de uma opção de amor, mesmo frágil. Jesus faz três perguntas sobre o amor de Pedro. Pedro sempre responde que ele é frágil. É reabilitação de suas três negações. Nós amamos o Cristo glorioso com o Pai. A Ele devemos a adoração com todo o Universo.

 

 

Declaração de amor

 

A obra de Cristo continua no amor.

            Só levaremos em frente a missão de Jesus, se o amarmos com amor total, amor divino, como diz Jesus. Em português não vemos a diferença, mas na língua original o grego, Jesus pergunta se Pedro o ama com amor de Deus. Pedro diz que responde que é com amor frágil, humano. Jesus aceita, mas mostra que ele vai conduzir as ovelhas, o povo de Deus, mesmo na fragilidade.

            A pesca significa a missão. Pescaram 153 grandes peixes, lembrando os 153 paises conhecidos no mundo de então.

            O discípulo sofre o mesmo sofrimento de Jesus em sua paixão. Sofrer por ele dói, mas dá alegria, pois é a prova de que estamos com ele. Os apóstolos Pedro e João dão o testemunho claro: “É preciso obedecer a Deus antes que aos homens”. Eles têm um vigor que admira as autoridades. Quem está unido a Jesus tem o mesmo vigor. Eles têm consciência que Jesus glorificado é o Senhor do mundo. Têm as costas quentes.

 

Católicos no mundo: 2007 e 2008, assinala o anuário, os católicos no mundo passaram de 1,147 bilhões para 1,166 bilhões, com um aumento de 19 milhões de fiéis, quer dizer, 1,7 por cento.

 

Anúncios

Sobre joaoloch

Psicólogo. Acupunturista. Quiropraxista, Terapeuta em Florais de Bach e Reiki, Mestre em Educação. Prof. Universitário. Clínica particular de Psicologia e Acupuntura End.: Rua Carlos Gomes, 697 - Vila Williams - Garça SP Fone (14) 34061605
Esse post foi publicado em Teologia - reflexão. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s