O AMOR – Camões

Amor é fogo que arde sem se ver

É ferida que dói e não se sente.

É um contentamento descontente;

É dor que desatina sem doer.

 

É um não querer mais que bem querer

É um andar solitário entre a gente

É nunca contentar-se de contente.

É um cuidar que se ganha em se perder

(Luís. Vaz de CAMÕES, Lírica.p.155)

Anúncios

Sobre joaoloch

Psicólogo. Acupunturista. Quiropraxista, Terapeuta em Florais de Bach e Reiki, Mestre em Educação. Prof. Universitário. Clínica particular de Psicologia e Acupuntura End.: Rua Carlos Gomes, 697 - Vila Williams - Garça SP Fone (14) 34061605
Esse post foi publicado em POESIA. Bookmark o link permanente.

Uma resposta para O AMOR – Camões

  1. katia. disse:

    Afinal, esse “amor de Camões” é bom ou não?Rs.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s