SANTÍSSIMA TRINDADE

nº 1032

Homilia da Solenidade da SSma. Trindade (20.06.11)

Pe. Luiz Carlos de Oliveira

Redentorista

“Caminha  conosco!”

 Deus Comunhão

      Na festa da Santíssima Trindade somos chamados a compreender melhor o mistério profundo de um Deus Uno e Trino, verdade fundamental da fé cristã. A liturgia, nos textos oracionais, reflete essa verdade a partir do dogma. As leituras contemplam o Deus que se revela na História da Salvação. Deus se revelou para estarmos em comunhão com Ele. Moisés reconhece a misericórdia de Deus, por isso pede perdão da culpas e insiste: “Caminha conosco” (Ex 34,9). Caminhar juntos, na palavra de Jesus é morar em nós (Jo 14,22). Cria-se comunhão com Deus e comunhão-comunidade com os irmãos. Pela comunhão na comunidade manifestamos a comunhão com a Trindade. Como seria bom se pudéssemos ter palavras para explicar o que significa estar em comunhão com a Trindade. Este é o modo normal de ser dos que vivem o amor. A experiência de Deus de cada pessoa, em particular dos que optaram por acolher a mensagem de Jesus, é inefável, isto é, não temos palavras para explicar. A comunidade tem uma função simbólica. Estar juntos é sinal da comunhão. Estamos um ao lado do outro. Cabe ao Espírito realizar a união espiritual de tal modo que entramos em comunhão com a Trindade Santa. Os reflexos desta união se dão em nossa vida quando buscamos viver no amor e provocar sempre maior união entre as pessoas. Deus usou de misericórdia para conosco, vindo ao nosso encontro e estabelecendo conosco uma vida de união de nosso ser com seu Ser.

Veio para Salvar

A salvação de Jesus não é, primeiramente, solução de uma questão negativa que era o pecado da humanidade, mas abrir-se à comunhão com Deus. A graça de Nosso Senhor Jesus Cristo, o amor do Pai e a comunhão do Espírito Santo, estejam convosco! Ao iniciar até displicentemente: Bendito seja Deus que nos uniu no amor de Cristo! Sabemos que, quando amamos e servimos as pessoas, participamos do dinamismo do amor de Deus. Se servirmos como Jesus, viveremos sua vida com o Pai e o Espírito. Ninguém serve a não ser por amor. Se for amor, é vida da Trindade. Jesus diz que o Pai vem morar em nós, se permanecermos unidos como o ramo ao tronco. Quando amamos, o Pai nos ama e vem morar em nós. Não se trata tanto de uma busca, mas de um acolhimento. Deus já fez tudo o que podia por nós, dando-nos a Si mesmo em Jesus. Isso é salvação. A fé em Jesus nos conduza a viver de um modo novo na comunhão com os outros, usando nossos dons para servir. Fomos introduzidos numa comunidade onde a vida de amor se manifesta no serviço.

Comunhão no Espírito Santo.

Se estivermos unidos em comunhão com a Trindade, realizamos a missão de introduzir as pessoas nesta união com a Trindade Santa. A comunidade existe para anunciar e atrair à comunhão. Fé cristã não é fazer algumas ou muitas rezas ou ter um nome de católico ou outro. É viver em comunhão com Aquele que tanto nos amou e enviou seu Filho para o perdão e o Espírito para a santificação na união. A ação do Espírito é realizar esta ligação entre nós, como as células no corpo. Assim a vida de Deus passa a todos pelo Espírito Santo. O Espírito Santo não é um mercadinho de dons, mas é o Dom. Fomos crismados pelas palavras: Recebe, por este sinal, o Espírito Santo, dom de Deus. Os dons são serviços um presta ao outro para que a comunhão com a Trindade seja concreta.

Leituras: Êxodo 34,4b6.8-9; Daniel 3,52-56; 2Coríntios 13,11-13; João 3,16-18.

Ficha nº. 1032 -Homilia da Solenidade da Santíssima Trindade  (20.06.11)

 1.A celebração nos leva a conhecer mais o Mistério da Ssma Trindade tanto do ponto de vista do dogma como da História da Salvação. Jesus retoma o pedido de Moisés Caminha conosco, pela habitação de Deus em nós. Entramos em comunhão com Deus e com os outros. O Espírito Santo realiza esta comunhão que os conduz sempre ao amor.

 2.A salvação não é só para salvar do pecado, mas é sobretudo para abrir à comunhão. Participamos do dinamismo do amor de Deus através do serviço fraterno.

 3. A missão da  comunidade é anunciar o Deus amor e levar à comunhão. A fé cristã se concretiza na comunhão com o Deus que nos amou e deu seu Filho para o perdão e santificação na união. O Espírito realiza a união. O Espírito é o dom que recebemos para vivermos a serviço da comunhão.

 A comunhão com a Trindade

            Álbum de Família

             Celebrar a festa da Santíssima Trindade é como abrir um álbum de família e contemplar a face de quem amamos. Olhando as feições de nosso amado o Pai, do querido Filho e do terno Espírito Santo, começamos a nos lembrar as maravilhas que vivemos nessa família.

A Palavra de Deus ensina que o Pai é um Deus misericordioso, clemente, rico em bondade e fiel. Moisés sente-se na liberdade de dizer: Caminha conosco! (Ex 24,8). Este Deus nos ama tanto, mas tanto, que mandou o Filho para dar a vida ao mundo para que o mundo tivesse vida. O Filho até perdeu a vida para que a tivéssemos.

Deus quer sempre o bem de todas as pessoas. Ninguém escapa de seu amor. Ele ama sem a gente merecer. É gratuito

Para que o amor seja completo, deu-nos o Espírito Santo que é o amor do Pai pelo Filho e do Filho pelo Pai. Assim amamos com o amor de Deus.

Deus quer nos colocar em união e comunhão com Ele.

 

Anúncios

Sobre joaoloch

Psicólogo. Acupunturista. Quiropraxista, Terapeuta em Florais de Bach e Reiki, Mestre em Educação. Prof. Universitário. Clínica particular de Psicologia e Acupuntura End.: Rua Carlos Gomes, 697 - Vila Williams - Garça SP Fone (14) 34061605
Esse post foi publicado em Teologia. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s