CASAGRANDE E AS DROGAS

Hoje, 10 de Julho de 2011, Walter Casagrande Filho deu uma entrevista ao Fausto Silva, no seu programa Domingão do Faustão. Interessei-me pela entrevista quando nas chamadas Faustão afirmava que Casagrande iria falar sobre sua vida. Não era sobre futibol, assunto sobre o qual ele dominga muito bem, por ser comentarista da rede globo e por também ter sido um ótimo jogador por vários anos.

Como anunciado, no momento certo entrou Casagrande para a entrevista. E ali se desnudou o homem Casagrande, falando principalmente sobre as dificuldades que teve com o uso de cocaína, droga de sua preferência e que o levou a um grande sofrimento.

Gostei muito da entrevista, pelo fato de Casagrande ter exposto sobre como a pessoa começa a se envolver com drogas e de como é difícil deixar de usá-la, pelo fato mesmo de se criar a dependência e ser mais fácil se refugiar nela doque enfrentar situações emocionais difíceis.

Claro que num programa de domingo não dá para aprofundar muito sobre tal assunto, mas mesmo assim ele conseguiu falar sobre a internação, que no seu caso foi forçada, já que ele, como muitos dependentes, não conseguem dar este passo voluntariamente. E se os familiares não se posicionarem e levarem o doente para um tratamento, ele, provavelmente não fará isso. Também deixou claro sobre suas resistências, a necessidade do afastamento do contexto de vida, o isolamento dos familiares e amigos por um tempo. Na clínica onde ele esteve este tempo foi de 7 meses para ele.

Uma outra coisa muito importante que Casagrande acentuou foi a necessidade de um acompanhamento, de ajuda, após a alta da clínica. Ele tem o acompanhamento de 3 psicólogas e um psiquiatra. E, algumas vezes, a psicóloga inclusive o acompanha para algumas viagens, para se proteger de algumas ameaças ou risco de recaída.

Além de seu próprio depoimento, o que não deve ter sido fácil, porque é um expor-se em uma rede de televisão onde ele trabalha, não sobre sua competência profissional, coisa que todos gostamos de fazer, mas sobre suas fraquezas, foram tomados também os depoimentos de seus pais e filhos. E o depoimento do filho caçula foi o mais forte, fazendo com que Casagrand eviesse às lágrimas, mais uma vez. Mais uma vez porque por várias vezes ele chorou de emoção, enquanto dava seu depoimento. Depois da fala dos familiares ele afirmou que reconquistar o filho do qual houve um maior afastamento, passa ser mais uma das suas metas. Que ele consiga e não demore muito, para o bem dos dois.

Não dá para falar sobre tudo o que foi dito na entrevista, mas quero enaltecer Casagrande pela sua luta e por estar conseguindo ficar limpo, estar trabalhando e se permitindo falar sobre assunto tão delicado. Pois estes depoimentos, sem rodeios, podem ajudar muitas pessoas que estão na mesma situação. Pode incentivar outros pais a se posicionarem sobre internações para seus filhos e, mesmo usuários que estejam pensando em parar, antes de morrerem ou pararem numa cadeia ou no cemitério, e procurarem tratamento adequado.

Ficou claro que, sem muito esforço e ajuda a pessoa não consegue mudar de vida e sair do uso de drogas. Eu que trabalho também com pessoas que apresentam essa dependência sei como é difícil a pessoa deixar o uso e perseverar. E enquanto a pessoa não quiser parar, ou achar que pode parar sem esforço e sem mudar muitas coisas na sua vida, não vai conseguir. É uma luta grande e contínua, para se manter longe das drogas, para quem já se iniciou nesta vida.

Se a globo exibir a entrevista do Casagrande em outros horários, nos vários programas da emissora, considero que estará prestando um grande serviço a muita gente. Poderá ter um efeito muito mais educativo e esclarecedor que muitas campanhas que parecem mais propaganda da droga que combate.

Boa sorte ao Casagrande. Que Deus o abençoe e que ele continue todos os dias falando não às drogas e convivendo bem com seus filhos e outras pessoas que lhe são importantes.

Quem consegue parar de usar drogas, só por isso, já merece um troféu. Que possamos ter muita gente recebendo esse troféu, porque usando drogas são cada vez mais pessoas e que, por isso, vão se acabando.

Anúncios

Sobre joaoloch

Psicólogo. Acupunturista. Quiropraxista, Terapeuta em Florais de Bach e Reiki, Mestre em Educação. Prof. Universitário. Clínica particular de Psicologia e Acupuntura End.: Rua Carlos Gomes, 697 - Vila Williams - Garça SP Fone (14) 34061605
Esse post foi publicado em Saúde. Bookmark o link permanente.

Uma resposta para CASAGRANDE E AS DROGAS

  1. katia. disse:

    Pela primeira vez, tb vi tamanha sinceridade num depoimenmto. A “casa” dele caiu várias vezes. Mas isso não abalou sua força de lutar pela VIDA. Ótimo alerta, COM PALAVRAS SIMPLES, FORTES E CLARAS. Que Deus o proteja e a tds que passam por tamanho drama.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s