Algumas notícias….

Nigéria: sacerdote seqüestrado – No dia 3 de outubro/11, foi seqüestrado o pároco da Igreja de São Bernardo, em Eguaholo, no Estado de Edo, no sul da Nigéria. Homens armados invadiram a casa do sacerdote pela porta principal. O pároco gritou, pediu ajuda, mas foi levando embora. Os sequestradores contataram a família do sacerdote, mas não se sabe se querem algum resgate.

Nicarágua: sacerdote ameaçado – No dia 1º de outubro/11, após o recente assassinato do pároco de La Concepcion, P. Marlon Pupiro, foram denunciadas uma série de ameaças a outros párocos na Nicarágua. O país está passando por um delicado momento político e já há algum tempo enfrenta uma difusa corrupção. Em várias igrejas se verificaram roubos e foram deixadas mensagens cifradas.

Chile: mais de 12 mil pessoas vivem nas ruas – Estatísticas divulgadas no dia 5 de outubro/11 dizem que o governo chileno calcula que 12.423 pessoas vivam hoje nas ruas das grandes cidades do país. Os dados são o primeiro grande esforço do governo para ter uma radiografia real das pessoas que vivem em tais condições no Chile. Para o Ministro do Planejamento, Joaquín Lavín, dados como estes são importantes para possibilitar o desenvolvimento de uma “política eficiente” que acabe com “a realidade negativa que afeta a milhares de chilenos”. Esta parcela da população é formada em 84% por homens e 16% por mulheres, entre eles 785 menores. “Hoje as crianças vivem próximas aos shoppings, alimentando-se  com restos de  comida  deixados pelas pessoas”, explicou Lavín, anunciando que  seu Ministério incentivará um plano piloto destinado a 200 crianças, no qual profissionais tentarão reintegrá-las às suas respectivas famílias e regulamentar a situação destes menores na escola.

 Sudão do Sul: apelo à reconciliação – No dia 5 de outubro/11, Dom Daniel Marco Adwok Kur, bispo auxiliar de Cartum,  lançou um apelo pela paz e a reconciliação no país, e pediu uma rápida intervenção da comunidade internacional para ajudar milhares de refugiados.  Desde o dia 9 de julho/11, dia da independência do Sudão do Sul, a crise se tornou mais grave.

Por causa  dos bombardeios, vilarejos inteiros  foram abandonados e milhares de pessoas vagam sem uma meta e com medo de serem mortas. Somente no mês de setembro/11, mais de 25 mil pessoas atravessaram a fronteira com a Etiópia, somando-se a inúmeros refugiados que buscam uma moradia.

Dom Adwok  está na linha de frente para coordenar os socorros. Com ele, numerosos sacerdotes, religiosos e leigos, graças ao suporte de “Ajuda à Igreja que Sofre”, distribuem alimentos, cobertores e remédios. “Infelizmente, refere o Bispo, é muito difícil alcançar todos os que se encontram em condição de extrema fragilidade, seja pela situação das estradas, seja pela presença de militares”. Atualmente, os combates na região envolvem mais de 600 mil civis.


		
Anúncios

Sobre joaoloch

Psicólogo. Acupunturista. Quiropraxista, Terapeuta em Florais de Bach e Reiki, Mestre em Educação. Prof. Universitário. Clínica particular de Psicologia e Acupuntura End.: Rua Carlos Gomes, 697 - Vila Williams - Garça SP Fone (14) 34061605
Esse post foi publicado em Igreja, Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s