“A saúde se difunda sobre a terra!”

Neste ano, no Brasil inteiro a Igreja fez a abertura da CAMPANHA DA FRATERNIDADE, como de costume, na semana que dá início à Quaresma

Há 51 anos a Igreja católica no Brasil escolhe um tema sobre o qual se reflete durante todo o período quaresmal. O tema deste ano é “Fraternidade e Saúde Pública”. O tema faz referência ao livro do Eclesiástico (38, 8): “A saúde se difunda sobre a terra!”

Saúde é a preocupação principal

– A Campanha da Fraternidade 2012 visa a saúde integral. Há muito a saúde vem sendo considerada a principal preocupação e pauta reivindicatória da população brasileira, no campo das políticas públicas. (CF 2012)

SUS: poderia ser modelo!

– O SUS (Sistema Único de Saúde), inspirado em belos princípios como o da universalidade, cuja proposta é atender a todos, indiscriminadamente, deveria ser modelo para o mundo. No entanto, ele ainda não conseguiu ser implantado em sua totalidade e ainda não atende a contento, sobretudo os mais necessitados destes serviços. (CF 2012)

Objetivo da Campanha da Fraternidade 2012

– Seu objetivo geral é refletir sobre a realidade da saúde no Brasil em vista de uma vida saudável, suscitando o espírito fraterno e comunitário das pessoas na atenção aos enfermos e mobilizar por melhoria no sistema público de saúde. (CF 2012)

Objetivos específicos

– Em seu texto para reflexão, a Igreja apresenta-nos seis objetivos específicos:

1) Disseminar o conceito de bem viver e sensibilizar para a prática de hábitos de vida saudável.

2) Sensibilizar as pessoas para o serviço aos enfermos, o suprimento de suas necessidades e a integração na comunidade.

3) Alertar para a importância da organização da pastoral da Saúde nas comunidades: Criar onde não existe, fortalecer onde está incipiente e dinamizá-la onde ela já existe.

4) Difundir dados sobre a realidade da saúde no Brasil e seus desafios, como sua estreita relação com os aspectos socioculturais de nossa sociedade.

5) Despertar nas comunidades a discussão sobre a realidade da saúde pública, visando à defesa do SUS e a reivindicação do seu justo financiamento.

6) Qualificar a comunidade para acompanhar as ações da gestão pública e exigir a aplicação dos recursos públicos com transparência, especialmente na saúde. (CF 2012)

Saúde e Doença: dois lados da mesma realidade

– A vida, a saúde e a doença são realidades profundas, envoltas em mistérios. Diante delas, as ciências não se encontram em condições de oferecer uma palavra definitiva, mesmo com todo o aparato tecnológico hoje disponível. Assim, as enfermidades, o sofrimento e a morte apresentam-se como realidades duras de serem enfrentadas e contrariam os anseios de vida e bem-estar do ser humano. (CF 2012)

Saúde e salvação

– A experiência da doença mostra que o ser humano é uma profunda unidade. Com a doença passamos a perceber o corpo como um “outro”, independente, rebelde e opressor. Ninguém escolhe ficar doente. A doença se impõe. Ela pode tolher nosso direito de ir e vir. A doença é, por isso, um forte convite à reconciliação e à harmonização com nosso próprio ser. João Loch

Anúncios

Sobre joaoloch

Psicólogo. Acupunturista. Quiropraxista, Terapeuta em Florais de Bach e Reiki, Mestre em Educação. Prof. Universitário. Clínica particular de Psicologia e Acupuntura End.: Rua Carlos Gomes, 697 - Vila Williams - Garça SP Fone (14) 34061605
Esse post foi publicado em FÉ E VIDA. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s