UM REINO QUE CRESCE

Homilia do 11º Domingo Comum (17.06.12)

Pe. Luiz Carlos de Oliveira – Redentorista

A força do Reino de Deus

 O Reino de Deus cresce

               Jesus usava palavras simples, parábolas, para explicar os grandes mistérios da fé. Ele próprio era o pequenino, imagem do Deus invisível, primogênito de toda a criatura. Sua grandeza não era exterior. Era grande por dentro. Como viveu e morreu, não dava esperança de futuro. Suas palavras tão simples eram semeadas no coração do povo que as acolhia com prazer (Mc 12,37). Na liturgia deste domingo temos uma explicação da força de crescimento do Reino de Deus, a capacidade de crescimento, como já ocorrera na história do povo de Deus. O profeta Ezequiel reconhece a ação de Deus na história do povo. Este é como um raminho tirado de uma árvore e plantado nos montes de Israel. O ramo crescerá e dará frutos e nele pousarão os pássaros. Assim é o povo de Deus porque é o Senhor quem age: “Todos saberão que eu sou o Senhor” (Ez 17,24) A mesma força Jesus nos faz ver ao contar suas parábolas. Ele nos fala sobre a força crescimento do Reino que nós desconhecemos. Como não sabemos como crescem as plantas, assim também não sabemos como o Reino cresce no mundo. Não controlamos este crescimento. Ele é feito por Deus que age como quer e onde quer. O Reino é maior que nossa capacidade de compreender. Ele não se identifica com suas manifestações históricas. Como explicar que passamos por tantas fases difíceis na história da humanidade? Quando se dizia que Deus tinha morrido e com Ele a Igreja, vemos as grandes viradas ocorrendo e desaparecendo aqueles que eram os donos da destruição? Não sabemos como o Reino cresce, mas ele cresce. Jesus ensina que ele tem força de crescimento como uma semente que é uma poeirinha mas produz uma árvore imensa e resistente. Vemos o paralelo do ramo plantado no monte Sião com o grão de mostarda. A história nos conta que Deus é sua misteriosa força de crescimento. Frondosa, a árvore é abrigo para todos os tipos de pássaros. Não só a fé, mas a própria experiência revela a ação de Deus no mundo e na Igreja. Como explicar que o Evangelho foi anunciado e tantos se convertem buscando a verdade? Rezamos no prefácio: “Nunca abandonais a obra de vossa sabedoria, agindo sempre no meio de nós… Hoje, com a luz e a força do Espírito, acompanhais a vossa Igreja, peregrina do mundo”.

Força do fraco

               Nesta reflexão não contemplamos somente o Reino em sua grandeza, mas também a força do Reino na fragilidade das pessoas. Deus nos convocou e colocou em nós a semente da fé. São imensos os dons que recebemos em Cristo. S. Paulo nos alerta a tomar consciência do poder e da riqueza da herança que nos está reservada (Ef 1,18-19). Podemos ser pequenos e fracos. Mas Deus não é. O Reino é vigoroso em cada um. Rezamos no salmo: “O justo cresce como a palmeira ou os cedros do Líbano porque estão plantados nos átrios da casa do Senhor, sempre cheios de vitalidade” (Sl 91). Deus se serve do que é fraco para confundir o que é forte (1Cor 1,27). Uma missão da nossa pastoral é levar as pessoas a perceberem o Reino que já está nelas e a criar ambiente para que possam crescer.

Caminhamos na fé

               Rezamos na oração da missa: “Nada podemos em nossa fraqueza. Dai-nos o socorro de vossa graça para que possamos querer e agir conforme vossa vontade, seguindo vossos mandamentos”. Caminhar na fé é deixar jorrar o que de bom temos e acolher o que Deus nos oferece cada dia. Jesus nos dá a energia do Reino, dá-nos os dons e graças para que esta energia se transforme em atos. Deixa-nos a liberdade de assumir. Na celebração de cada semana podemos nos fortalecer e nos animar a ser mais ousados para viver como filhos de Deus e irmãos de todos os que nos cercam.

Leituras:Ezequiel 17,22-24;Salmo 91; 2Coríntios 5,6-10; Marcos 4,26-34

Ficha nº 1136 – Homilia do 11º Domingo Comum (17.06.12)

1. Jesus usava palavras simples para explicar os mistérios do Reino. Ele era o pequenino, mas o Senhor do Universo. Sua grandeza não era exterior. A liturgia da Palavra apresenta a força invisível do Reino e seu poder de crescimento. Desconhecemos como ele cresce e que o seu poder possui. Não se identifica com as manifestações históricas. O Reino é uma força misteriosa de crescimento.

2.O que acontece com o Reino de Deus em seu todo, acontece em cada um que o acolhe. Mesmo na fragilidade cada um possui a riqueza dos dons e a força de crescer. A missão pastoral é despertar os dons de cada um e seu poder de crescer.

3.Caminhar na fé e deixar jorrar o que temos de bom e acolher o que Deus nos oferece cada dia. Jesus nos dá sua energia e suas graças para se transformarem em atos.

             Sementinha danada

             Jesus era fabuloso para ensinar sua mensagem. Ele o fazia com clareza. Hoje a gente fala tão complicado que complicamos até a Palavra de Deus. Isso sem falar quando escrevemos. Penso que não entendemos e, por isso, embolamos bem. Em todo caso, hoje Jesus compara a força de crescimento do Reino de Deus com uma sementinha colocada na terra. Ela nasce, cresce, produz fruto e a gente não sabe como. Mesmo sendo pequenina ela se torna uma grande árvore, como por exemplo, o eucalipto que chega a grandes alturas, nascendo de um pozinho.

Assim é o Reino de Deus. Não sabemos como ele nasce se desenvolve e vai longe. Como explicar que uma pessoa se converte? Como entender que, cresce nos lugares onde não existia nada?

Também nós fazemos tanta coisa boa e achamos que ficam perdidas. Não nos preocupemos. Joguemos a semente do Reino e Deus vai dar o crescimento. Pode ser que a gente não veja, mas Deus sabe e dá a força do Espírito para este crescimento.

Anúncios

Sobre joaoloch

Psicólogo. Acupunturista. Quiropraxista, Terapeuta em Florais de Bach e Reiki, Mestre em Educação. Prof. Universitário. Clínica particular de Psicologia e Acupuntura End.: Rua Carlos Gomes, 697 - Vila Williams - Garça SP Fone (14) 34061605
Esse post foi publicado em Teologia - reflexão e marcado , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s