Violência contra os cristãos na Síria

Síria: Bomba explode durante funeral de sacerdote sequestrado e morto – No dia 26 de outubro de 2012, uma bomba explodiu durante o funeral do padre ortodoxo Fadi Jamil Haddad, sequestrado no dia 19 e encontrado morto no dia 25 de outubro, na área de Drousha, Damasco. A explosão matou 2 civis e um número não precisado de militares. Na Missa presidida pelo Patriarca Greco-ortodoxo Ignatius IV Hazim, na igreja de Santo Elias, em Qatana, estavam presentes milhares de fiéis cristãos comovidos e desolados pela perda do sacerdote. O Patriarca Greco-ortodoxo de Antioquia define padre Haddad como “um mártir da reconciliação e da paz”. Ele foi seqüestrado enquanto mediava a libertação de um paroquiano seqüestrado dias antes. Acabou sendo morto após um pedido de resgate de mais de 550 mil euros. Seu corpo apresentava sinais de tortura e mutilações.
O Patriarca condenou com força “este ato bárbaro contra os civis, os inocentes e os homens de Deus, que se esforçam em ser apóstolos da paz” e convidou todos os cidadãos, as organizações humanitárias e os homens de boa vontade a “condenar os sequestros, homicídios, roubos, agressões à segurança e ao bem estar dos cidadãos”. Exortou os cristãos a “permanecerem firmes na fé e na esperança do poder de Deus que quer que tenhamos a vida e a tenhamos em abundância”, e os conclamou “a permanecer nas suas terras e na sua nação, olhando para o futuro com a força de Deus”.
Concluiu: “Peçamos a Deus que o martírio de Padre Fadi Haddas seja um sacrifício oferecido em favor dos filhos desta nação e em favor de uma trégua nos acontecimentos dolorosos que vivemos neste tempo”. P. Fadi nasceu em 1969. Não tomou posição no conflito em curso na Síria, mas era fortemente
comprometido na reconciliação do país.
Cristãos sequestrados e mortos na Síria – No dia 23 de outubro de 2012, foi divulgado que dois fiéis cristãos foram sequestrados e mortos em Damasco e um carro-bomba explodiu nas proximidades da Igreja de Santo Abraão, provocando estragos em prédios vizinhos. Eles são o irmão e o primo do jovem sacerdote Salami, pároco Greco-católico de Damasco. Os dois foram seqüestrados quando viajavam de Qusair a Damasco. O grupo armado exigiu um resgate de 30 mil dólares às famílias e, duas horas após o pedido, comunicou a execução dos sequestrados. O Patriarca Greco-católico Gregório III Laham explicou que “os cristãos são usados como objeto em um desafio ao governo. Não existe uma perseguição, não são mortos por sua fé, mas são vulneráveis e são instrumentalizados para se atingir outros objetivos”. No dia 15 de julho de 2012, foi sequestrado o irmão do reitor do Seminário Maior da Igreja Greco-católica no Líbano e dele não se teve mais notícias.
Pe. Geraldo Rodrigues, CSsR
Anúncios

Sobre joaoloch

Psicólogo. Acupunturista. Quiropraxista, Terapeuta em Florais de Bach e Reiki, Mestre em Educação. Prof. Universitário. Clínica particular de Psicologia e Acupuntura End.: Rua Carlos Gomes, 697 - Vila Williams - Garça SP Fone (14) 34061605
Esse post foi publicado em Igreja e marcado , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s