O morto viveu

  “Ressuscitemos para a Vida Nova”

 Homilia do Domingo de Páscoa (31.03.13)

Somos testemunhas

              Na celebração da Vigília Pascal recebemos um profundo ensinamento das leituras da Palavra de Deus que proclamaram a presença do Ressuscitado e nos deram o sentido de sua Ressurreição.  Diversos foram os símbolos usados como o fogo, a luz, a água, o canto e a comunidade, para nos introduzir neste mistério. Fomos envolvidos pela renovação das promessas do Batismo e pela celebração da Eucaristia. Neste Domingo de Páscoa podemos cantar o “Aleluia”, pois o Pai ressuscitou Seu Filho e a nós que cremos Nele. Cristo, morrendo, destruiu a morte, ressurgindo deu-nos a vida (prefácio). Nós somos testemunhas do acontecimento da Ressurreição porque acolhemos o testemunho dos Apóstolos como Pedro afirma na casa de Cornélio: “E nós somos testemunhas de tudo o que Jesus fez na terra dos judeus e em Jerusalém. Eles O mataram, pregando-O numa cruz. Mas Deus o ressuscitou no terceiro dia, concedendo-lhe manifestar-se às testemunhas que Deus havia escolhido: a nós que comemos e bebemos com Jesus, depois que ressuscitou dos mortos” (At 10,40-41). São testemunhas de um Vivo. O contato com Jesus vivo, depois de ter passado pela morte e ressuscitado, deu aos apóstolos e aos discípulos força de anúncio e libertação de todos os males, como o fora o próprio Jesus que “ungido pelo Espírito e com poder, andou por toda parte fazendo o bem e curando a todos que estavam dominados pelo demônio” (38). Assim Pedro reconhece a presença do Espírito na casa de Cornélio, centurião romano. Ali mesmo reconheceu que a boa notícia é para todos. O Espírito é dado também aos pagãos. Por isso podem também receber o batismo. A Ressurreição é obra de Deus.

Não basta ver, é preciso crer

               Os discípulos Pedro e João, ao anúncio de Madalena, correm ao túmulo. Pedro entrou no túmulo e viu. João viu e creu. É a fé na Ressurreição que garante o testemunho. É o Espírito que vai abrir a mente para que entendam.  Ele está vivo. A mulher é a primeira testemunha, como a Igreja é a primeira a testemunhar que Cristo está vivo e a garantia de sua presença no meio de nós. O Espírito ensina que a fé na Ressurreição é garantia de vida eterna. Morrendo destruiu a morte, ressurgindo deu-nos a vida (prefácio). A nós também cabe não somente saber, mas crer, isto é, transformar a vida a partir dos frutos da Ressurreição que é a Vida Nova. Paulo insiste: “Se ressuscitastes com Cristo, esforçai-vos por alcançar as coisas do alto; … Aspirai às coisas celestes e não às coisas terrestres” (Cl 3,1-2). Crer significa um novo modo de viver. Não há fé só intelectual, mas gera o modo de vida. Ela conduz também ao anúncio da certeza da Ressurreição.

Vida escondida em Cristo

               Fazemos parte da História da Salvação. A Ressurreição nos une a Cristo, como disse Paulo: “Vós morrestes e a vossa vida está escondida, com Cristo, em Deus” (Cl 3,3). Estar com a vida em Deus é o novo nascimento. A fé nos gera para Deus. Celebrando os mistérios pascais, chegamos à luz da Ressurreição. E a Igreja se renova e renasce (Oferendas). A mudança de conduta acontece quando nos abrimos à caridade. Tiramos as pedras da porta do sepulcro de nosso coração e manifestamos o Resuscitado. A Páscoa não é um acontecimento passado. Acontece em cada ato de amor. A festa da Páscoa acenda sempre em nós o desejo do Céu (Vigília). Não desanimar quando tudo parece perdido. Ninguém está perdido. A todos, em Cristo foram escancaradas as portas do Céu. Cada Eucaristia torna presente a Ressurreição. Por isso dizemos: fazendo memória da Ressurreição.

Leituras: Atos 10,34ª.37-43;Salmo 117; Colossenses 31-4;João 20,1-9

Ficha nº 1218 – Homilia do Domingo de Páscoa (31.03.13)

1.Na Vigília Pascal somos ensinados pela Palavra e pelos símbolos. Participamos do Mistério Pascal de Cristo. Renovamos o Batismo. Hoje podemos cantar o Aleluia vitorioso. Pai ressuscitou Seu Filho e a nós que cremos. Somos testemunhas porque acolhemos o testemunho dos apóstolos. O contato com Jesus vivo foi a força que levou os apóstolos ao anúncio aberto a todos, pois o Espírito foi dado também a eles.

2.Os discípulos, ao anúncio da Madalena, correm ao túmulo. Pedro entrou e viu e João viu e acreditou. Ele está vivo. A Igreja é a primeira a testemunhar que Cristo vive e garantir sua presença entre nós. O Espírito transforma a fé em garantia de vida eterna. Cabe a nós transformar a fé em frutos de vida nova.

3.Nossa vida está escondida com Cristo em Deus. É o novo nascimento. A mudança de conduta se dá quando nos abrimos à caridade. A Páscoa acontece em cada ato de amor. Ninguém está perdido, pois as portas do Céu foram escancaradas em Cristo. Em cada Eucaristia está presente a Ressurreição.

            O morto está vivo!

             É uma notícia que ninguém recebe. Jesus venceu a morte e nos abriu o caminho para a vida eterna com sua Vida na Ressurreição.

O convite da celebração de hoje é ressuscitar com Jesus. Com a Ressurreição de Jesus, nós também ressuscitamos para a Vida, mas continuamos na vida. Para completar esta Vida em nós, S. Paulo nos convida a andar na terra, mas com a cabeça no Alto, onde está Cristo.

Estar ressuscitado é buscar as coisas celestes. Não tira a gente do mundo, mas tira o mundo de dentro da gente. É dar sentido divino ao que vivemos na natureza que Deus nos deu.

Como Pedro e João, corremos ao túmulo para crer que Ele vive. É dia de alegria total, pois nosso Redentor redimiu a todos e nos abriu as portas do Paraíso. Com a Páscoa recebemos as maiores riquezas. Por que perder toda esta riqueza por tão poucas coisas?

 Pe. Luiz Carlos de Oliveira, Redentorista

 

Anúncios

Sobre joaoloch

Psicólogo. Acupunturista. Quiropraxista, Terapeuta em Florais de Bach e Reiki, Mestre em Educação. Prof. Universitário. Clínica particular de Psicologia e Acupuntura End.: Rua Carlos Gomes, 697 - Vila Williams - Garça SP Fone (14) 34061605
Esse post foi publicado em Espiritualidade e marcado , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s