“Seguir Jesus não é fazer carreira”

Seguir a Jesus não é fazer carreira!
– “Os Apóstolos perguntam a Jesus o que receberão em troca por segui-lo. Esta pergunta, que Pedro faz a Jesus, é sempre atual e todas as gerações da Igreja sempre tiveram a mesma resposta: “Vocês receberão o cêntuplo, hoje, e a herança da vida eterna, amanhã”. Um pedido e uma oferta transparentes!  O problema nasce quando o homem decide seguir a Jesus, mas começa a fazer cálculos, por interesse ou lucro, ao invés de se dedicar ao seu seguimento com magnanimidade de coração. Este seguimento, como forma cultural, é um a tentação, que deixa os cristãos um pouco aflitos: “Se seguirmos a Jesus como uma proposta cultural, trilhamos um caminho que nos leva cada vez mais para o alto, a ter mais poder!”  A história da Igreja está repleta desses exemplos, começando por alguns imperadores, governantes e algumas pessoas, até mesmo como certos padres e bispos. Alguns pensam que seguir a Jesus é fazer carreira!” (Papa Francisco, 11/julho/2013)

É preciso renovar as estruturas! 

 “Na vida cristã e também na vida da Igreja existem estruturas antigas, estruturas superadas. É necessário renová-las! E a Igreja sempre esteve atenta a isso, com o diálogo com as culturas. Sempre se deixa renovar, segundo os lugares, tempos e pessoas. Este trabalho sempre foi feito pela Igreja! Desde o primeiro momento, lembramos a primeira batalha teológica: para tornar-se cristão é necessário cumprir toda a prática judaica ou não? Não! Eles disseram não! Os gentios podem entrar como são: gentios. Entrar na Igreja e receber o Batismo. Primeira renovação da estrutura. E assim a Igreja sempre foi adiante, deixando que o Espírito Santo renove estas estruturas, estruturas da Igreja. Não tenha medo da novidade do Evangelho. Não tenha medo da novidade que o Espírito Santo faz em nós! Não tenha medo da renovação das estruturas”. (Papa Francisco, 06/julho/2013)

 Bispos, permaneçam com o rebanho!

 “Peço-vos, por favor, permaneçam com o vosso rebanho. Permanecer! Evitem o escândalo de serem “bispos de aeroportos!” Sejam pastores acolhedores, que caminham com o seu povo, com afeto, com misericórdia, com docilidade de tratamento e firmeza paterna, com humildade e discrição, capazes de olhar também para seus limites e de ter uma dose de bom humor. Convido-os a rezar por uma graça: “Senhor, dá-me o senso de humor. Encontrar o caminho para rir de si mesmo em primeiro lugar, e um pouco das coisas. E permaneçam com vosso rebanho!” (Papa Francisco, 19/setembro/2013, em audiência aos bispos recém-nomeados)

Pe. Geraldo Rodrigues, CSsR

Anúncios

Sobre joaoloch

Psicólogo. Acupunturista. Quiropraxista, Terapeuta em Florais de Bach e Reiki, Mestre em Educação. Prof. Universitário. Clínica particular de Psicologia e Acupuntura End.: Rua Carlos Gomes, 697 - Vila Williams - Garça SP Fone (14) 34061605
Esse post foi publicado em Espiritualidade e marcado , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s