Os pais e os erros…

“Não é importante que os pais nunca cometam erros – isso seria impossível para seres humanos – mas que os reconheçam como erros. Não é a vida que deve ser detida, mas a nossa inconsciência; primeiramente, a do educador, i.é, a própria, pois cada um é educador de seu próximo tanto para o bem como para o mal. Os homens estão unidos entre si por laços morais, de modo que o condutor encaminha os conduzidos, e os conduzidos tentam o condutor”.
C.G. Jung. O desenvolvimento da personalidade. Ed Vozes, 1986, p. 85.
Esta citação compartilhada acima encerra a reflexão que Jung faz, em uma comunicação, sobre a influência que os aspectos inconscientes não vividos pelos pais afetam os filhos e sobre a importância de os pais tomarem consciência de suas limitações, seus medos…., para que não comprometam o desenvolvimento sadio e uma vida mais feliz de seus filhos. Caso contrário, os filhos podem ficar escravos das coisas não vividas pelos pais e tornarem claro muitos aspectos obscuros e não conscientizados dos filhos.

Anúncios

Sobre joaoloch

Psicólogo. Acupunturista. Quiropraxista, Terapeuta em Florais de Bach e Reiki, Mestre em Educação. Prof. Universitário. Clínica particular de Psicologia e Acupuntura End.: Rua Carlos Gomes, 697 - Vila Williams - Garça SP Fone (14) 34061605
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s