Vencendo o câncer

“Deus tinha um plano para mim”, diz mulher que venceu o câncer

– A norte-americana Heather Knies compartilhou o seu testemunho de como sobreviveu a um câncer terminal parecido com o de Brittany Maynard, que se submeteu a um suicídio medicamente assistido no dia 1º de novembro de 2014. Heather, que mora em Phoenix, estado do Arizona (Estados Unidos), foi diagnosticada com um câncer cerebral na etapa 4 –“terminal”– quando tinha 24 anos. Os médicos lhe deram apenas seis meses de vida. Hoje ela está com quase 36 anos e disse que se sentiu “desconsolada” quando soube da decisão de Brittany de acabar com a sua vida. “Eu queria que ela lutasse e o vencesse, porque eu fiz isso”, disse. Aos seus 29 anos, Brittany Maynard foi diagnosticada pelos médicos com um câncer cerebral terminal,
e tinha um diagnóstico de apenas seis meses de vida. Como não podia fazer um suicídio assistido no seu Estado natal, Califórnia, ela e o seu marido se mudaram para Oregon, onde esta prática é legal, e anunciou que se submeteria a um suicídio medicamente assistido no dia 1º de novembro deste ano de 2014. Brittany teve uma aparente mudança de opinião alguns dias antes da data prevista, e assim o anunciou em um novo vídeo. Mas acabou se suicidando no dia 1º de novembro de 2014.
De outra parte, Heather Knies assinalou que como parte de sua luta contra o câncer, se submeteu a duas cirurgias cerebrais e depois terminou o tratamento com quimioterapia e radioterapia. Atualmente, está completamente livre do câncer. Heather lamentou que Brittany não tenha escolhido lutar contra a doença e indicou que não a julga, mas assinalou que “eu só quero que as pessoas saibam que há outra
opção. Você pode lutar, ser um caso atípico e ser uma sobrevivente. Só quero que todos aqueles que enfrentam uma doença mortal saibam que se lutarem contra ela, têm uma oportunidade de vencer”.
Em uma entrevista à ABC News, em janeiro de 2013, o cirurgião que a tratou, Dr. Robert Spetzler, assinalou que o “glioblastoma em etapa 4” é “um dos tumores mais malignos que existem”, e expressou a sua surpresa pela vitória de Heather contra o câncer. Nessa ocasião, Heather disse que uma das razões pelas quais sobreviveu à sua doença foi porque “Deus tinha um plano para mim”, além disso, “tinha uma grande equipe de médicos e uma maravilhosa família e amigos com uma atitude positiva. A mente é muito mais poderosa do que a gente imagina. As pessoas acham que quando têm câncer, ele as matará. Mas eu nunca pensei assim”. Atualmente, Heather tem uma família e um trabalho a tempo completo, mas destacou que não está “curada”, e que se submete a ressonâncias magnéticas a cada três meses, para checar se o câncer não reapareceu.

Anúncios

Sobre joaoloch

Psicólogo. Acupunturista. Quiropraxista, Terapeuta em Florais de Bach e Reiki, Mestre em Educação. Prof. Universitário. Clínica particular de Psicologia e Acupuntura End.: Rua Carlos Gomes, 697 - Vila Williams - Garça SP Fone (14) 34061605
Esse post foi publicado em Saúde e bem-estar e marcado , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s