Quem paga o pato?

Dá um certo conforto, quando fazemos algo errado ou que não deveríamos, procurar alguém para por a culpa, quando tal ato é descoberto ou sofremos as consequências. É uma forma de amenizarmos e assumirmos a nossa responsabilidade. São as desculpas. E quando não se tem ninguém para por a culpa, aí entra em cena o diabo, o tentador e outros nomes…. Eva já fez isto lá no paraíso, conforme o livro do Gênesis. É mais fácil que aceitar para si mesmo os próprios limites, as fraquezas, os desejos e a tendência a burlar as normas. Todas as vontades, fraquezas e méritos nossos, não estão fora. Estão dentro de nós. Fazem parte de nossa natureza que vai sendo moldada durante nossa vida e as consequências são sociais. Quando ferem nossa consciência é porque agimos contra nossos princípios violentando a nós mesmos. Por isso faz mal. Assim algumas coisas que ferem a consciência de uns, não ferem a de outros, porque têm princípios diferentes…
Segundo Ruben Alves, no seu texto “O terro do espelho”, o papel do diabo é só mostrar para nós a “podridão” que é nossa mesmo. Neste sentido ele nos ajuda a nos conhecermos melhor. Não é o culpado das nossas falhas. Ele só nos mostra. Faz com que enxerguemos aquilo que queremos negar em nós mesmos. E, em vez de olharmos para aquilo que é nosso e nos propormos a melhorar, a superar tal limitação, ficamos com raiva do diabo que nos fez com que encarássemos a nós mesmos naquilo que não achamos bonito. Também costumamos reagir com raiva às pessoas que mostram nossos defeitos. Não é só o diabo que paga o pato.

Anúncios

Sobre joaoloch

Psicólogo. Acupunturista. Quiropraxista, Terapeuta em Florais de Bach e Reiki, Mestre em Educação. Prof. Universitário. Clínica particular de Psicologia e Acupuntura End.: Rua Carlos Gomes, 697 - Vila Williams - Garça SP Fone (14) 34061605
Esse post foi publicado em FORMAÇÃO HUMANA, Psicologia e marcado , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s