Consciência e relacionamento

“Na criança a consciência emerge das profundezas da vida psíquica inconsciente, formando no começo como que ilhas isoladas, às quais aos poucos se reúnem em um “continente”, para formar uma consciência coerente. O processo gradativo do desenvolvimento espiritual significa ampliações da consciência. Desde o momento em que aparece a consciência coerente, existe a possibilidade do relacionamento psíquico. Consciência, segundo nossa concepção, é sempre consciência do ‘eu’. Para tornar-me consciente de mim mesmo, devo poder distinguir-me dos outros. Apenas onde existe esta distinção, pode aparecer um relacionamento. Ainda que se faça esta distinção, contudo ela é normalmente cheia de lacunas, podendo talvez permanecer inconscientes regiões muito amplas da vida psíquica”. (Carl G. Jung. O desenvolvimento da personalidade. Vozes, 1982. 2ed., p. 195). Por causa dessa inconsciência é que fazemos muitas trapalhadas nos nossos relacionamentos, confundindo o que é nosso, nossas exigências, com a do outro ou dos outros. Pensamos que o que é bom para nós também é para qualquer outra pessoa, ou nos afetamos por questões emocionais de outras pessoas como se também fossem nossas, não entendendo que temos nossas particularidades e que o outro também tem as suas e que muitas vezes também lhe são inconscientes. Muitas vezes somos engolidos pelas imposições do inconsciente e tomamos decisões porque “todos” assim estão agindo. É o inconsciente determinando a nossa ação com a certeza de que é assim que deve ser, num nível em que não nos distinguimos da massa. Somos a massa.

Anúncios

Sobre joaoloch

Psicólogo. Acupunturista. Quiropraxista, Terapeuta em Florais de Bach e Reiki, Mestre em Educação. Prof. Universitário. Clínica particular de Psicologia e Acupuntura End.: Rua Carlos Gomes, 697 - Vila Williams - Garça SP Fone (14) 34061605
Esse post foi publicado em FORMAÇÃO HUMANA, Psicologia e marcado , , , . Guardar link permanente.

2 respostas para Consciência e relacionamento

  1. juliobernabe disse:

    Gostei do seu texto

  2. juliobernabe disse:

    Sou psicólogo e estou escrevendo sobre suicídio de crianças
    https://juliobernabe.wordpress.com/

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s