Pensamentos intrusos

Alguns pensamentos que não nos fazem bem gostam de se apossar de nós. Entram na “nossa casa” e não querem mais sair. Ficam ali, ocupando cada vez mais espaço, podendo chegar ao ponto que parece não nos sobrar tempo nem condições de pensar mais em nada. Estes pensamentos dão um cansaço!
Como sair deles? É uma tarefa meio árdua, pois quanto mais força fazemos para expulsá-lo, mais forte ele fica. Fazer força para não pensar nele é, na realidade, adubá-lo, deixá-lo mais viçoso, mais vivo, mais radiante.
O caminho que pode dar mais certo é fazer as pazes com ele.
– “Está bem, pensamento chato. Você está aí, não quer me deixar, parece um carrapato que se alojou num local que não alcanço para arrancá-lo. Então, tudo bem. Fica aí que não vou me importar. Vou cuidar das outras minhas coisas importantes. Vou também conversar sobre outros assuntos, ler coisas interessantes, cantarolar uma música, brincar com meus animaizinhos, ou crianças, estudar….E você, pode ficar por aí o tempo que quiser. Não tem problema”.
Parece meio absurdo, mas pode ser a melhor forma de irmos nos livrando dele, pois ele não fica mais ocupando o centro de tudo. Assim, vai enfraquecendo até o momento que “já era”.

Anúncios

Sobre joaoloch

Psicólogo. Acupunturista. Quiropraxista, Terapeuta em Florais de Bach e Reiki, Mestre em Educação. Prof. Universitário. Clínica particular de Psicologia e Acupuntura End.: Rua Carlos Gomes, 697 - Vila Williams - Garça SP Fone (14) 34061605
Esse post foi publicado em FORMAÇÃO HUMANA, Psicologia, Uncategorized e marcado , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s